terça-feira, 10 de agosto de 2010

"Nós éramos um do outro e não o descobrimos, preferimos respeitar os protocolos da nossa era, dar prioridade à voz obrigatória do corpo.
Nós éramos um do outro de outra maneira – de uma maneira escura, espessa, transcendente".
.
(Inês Pedrosa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário